Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Previsão do tempo

Hoje - São Paulo, SP

Máx
27ºC
Min
20ºC
Nublado com Possibil

Domingo - São Paulo, ...

Máx
28ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,24 3,24
EURO 3,99 3,99

Prevenção ao suicídio será tema de debate no auditório Franco Montoro

A Assembleia Legislativa reunirá especialistas para discutir a prevenção ao suicídio, na terça-feira (12/9), a partir das 14h. O debate marca a campanha de conscientização "Setembro Amarelo", realizada no Estado desde 2014 para alertar a população sobre este tema, que é cercado de tabus. A discussão abordará as formas de prevenção e os fatores sociais e psíquicos que levam uma pessoa a pensar em suicídio, considerada uma epidemia silenciosa. O suicídio de jovens cresce de modo lento, mas constante, no Brasil: dados mostram que a taxa de suicídios na população de 15 a 29 anos de idade subiu de 5,1 por 100 mil habitantes em 2002 para 5,6 em 2014 - um aumento de quase 10%, em 12 anos. Os números são do Mapa da Violência 2017, estudo publicado anualmente a partir de dados oficiais do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde. O Palácio 9 de julho aderirá à campanha e terá a fachada iluminada de amarelo. Várias cidades do Brasil terão os principais monumentos, prédios públicos e viadutos iluminados na cor da campanha para chamar a atenção da sociedade. A campanha Setembro Amarelo originou-se em 1994 nos EUA. Na ocasião, um jovem de 17 anos se matou, causando um acidente com seu carro amarelo. No funeral, a família distribuiu cartões e fitas amarelas para alertar sobre o suicídio.
11/09/2017 (00:00)

Contate-nos

Campos e Mascari Advogados

Rua Alvares Machado  41  Conjunto 6 C
-  Liberdade
 -  São Paulo / SP
-  CEP: 01501-030
+55 (11) 31011639+55 (11) 971972177+55 (11) 994667077+55 (11) 992954198
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia